Câmara de Santarém abre concurso com 40 vagas para vários níveis

0
444
Câmara Municipal de Santarém
Inscrições
16 de dezembro de 2015 a 29 de janeiro de 2016
Vagas
40
Salário
R$1.000 a R$ 4.000
Taxa de inscrição
R$ 17 a R$ 20
Prova objetiva
10 de abril de 2016

Inscrições podem ser feitas até 29 de janeiro de 2016.

Prova deve ser realizada no dia 10 de abril de 2016.

A Câmara Municipal de Santarém, oeste do Pará, abriu inscrições para o concurso destinado ao preenchimento de 40 vagas do quadro de pessoal efetivo em cargos de nível superior, médio, curso técnico e fundamental. Também haverá cadastro reserva, conforme edital nº 001/2015. (Veja edital)

O concurso público está sob a responsabilidade da empresa Inaz do Pará Serviços de Concursos Públicos LTDA – EPP. O processo de inscrição é realizado, exclusivamente, por meio da internet, de 16 de dezembro de 2015 a 29 de janeiro de 2016.

As vagas são para procurador jurídico, diretor legislativo, assessor de comunicação, jornalista, auxiliar administrativo, técnico em informática, motorista, vigia, serviços gerais, redator e assistente administrativo.

De acordo com o edital, para pessoas com deficiência serão reservadas 5% do total de vagas de cada cargo.

As inscrições para o nível superior custarão R$ 20 e para os níveis médio completo, curso técnico e fundamental custarão R$ 17.

O processo de seleção compreenderá o exame de habilidades e conhecimentos, mediante aplicação de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos; e prova de títulos, de caráter classificatório, para candidatos com nível superior.

As provas objetivas devem ser realizadas em Santarém, no dia 10 de abril de 2016, no horário das 9h  às 12 para todos os cargos, conforme cronograma divulgado nesta quarta-feira (16).

Proibição de servidores não concursados
Em fevereiro de 2014, o Ministério Público Estadual (MPE) ajuizou uma ação civil pública contra a Câmara Municipal, solicitando liminar que proibisse a contratação de novos servidores até a realização de concurso público para preenchimento do quadro de servidores efetivos, sob pena de multa diária de R$ 5 mil. A ação foi ajuizada pela titular da 9ª Promotoria de Justiça de Direitos Constitucionais e Probidade Administrativa, promotora de Justiça Maria Raimunda Tavares.

O concurso público vai ser realizado após decisão judicial de 2014 que proibiu a contratação de servidores não concursados.

 

Fonte: G1 Santarem

Comments

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA