#PLANTE VIDAS, COLHA ESPERANÇA

0
377

Sabe-se que na época de safra da desova de Quelônios, que começa em setembro até novembro, inicia-se uma severa “perseguição” aos ovos dos animais que em algumas áreas já estão raros. Mas ainda se vê boas ações por parte de pessoas que se preocupam em não deixar que haja extinção dos mesmos, e portanto desenvolvem o projeto Pé de Pincha, afim de dar vida ao que estava quase esquecido.
Na tarde de Sábado (21/10) o secretário de Meio Ambiente, Jonas Pessoa, juntamente com três voluntários, foi ao Sítio São Raimundo, visitar um berçário de tracajás, tartarugas e pitiús, afim de acompanhar o andamento do projeto, que visa dar continuidade à preservação dos mesmos.
Segundo Joelma, idealizadora do projeto, após colheita dos ovos, eles são plantados no berçário e em torno de 60 dias os animais começam a nascer, sendo logo levados a um tanque para serem tratados até quando estiverem maiores. Já se obtém 32 ninhadas no berçário, muitas delas, doadas de pessoas de comunidades próximas. Há três anos se tem o projeto e segundo Joelma, esse ano de 2017 a meta é atingir 500 Quelônios para soltura.
O tema acima: PLANTE VIDAS, COLHA ESPERANÇA, é uma frase do Secretário Jonas Pessoa, que está desenvolvendo um ótimo trabalho apoiando e ajudando a crescer novamente o que estava quase se acabando, e pede que mais pessoas possam aderir ao projeto e que possam ajudar na preservação desses seres da natureza que precisam ser protegidos.

Comments

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA